Turismo na capital! Repórter desvenda mistérios em passeio por São Paulo

113
MASP / Foto: Reprodução / Facebook

São Paulo pode ser considerada a síntese do Brasil e amálgama da América Latina. Como habitante desta megametrópole, devo confessar que desconheço diversas facetas da cidade que adotei ou que me adotou.

Arthur Verissimo e Flavia Liz Di Paolo
Arthur Verissimo e Flavia Liz Di Paolo

Curioso em conhecer aquilo que aparentemente se esconde dos nossos olhos, tive a oportunidade de conhecer uma paulistana que há muitos anos tem a virtude de revelar os tesouros da cidade de São Paulo com charme e sabedoria. Flavia Liz Di Paolo é mestre de cerimônias e, há mais de 20 anos, mergulhou nesta aventura de levar turistas de todos os cantos do planeta a conhecerem as particularidades e belezas da cidade.

Flavia tornou-se a primeira guia de turismo especializada em SP reconhecida pela EMBRATUR. Bem falante e descolada desde pequenina, realiza excursões farejando tudo aquilo que está fora dos circuitos tradicionais nos seis idiomas que domina. Atende a todos os perfis de interessados e reinventa os passeios de acordo com as necessidades e curiosidades do cliente.

Parque Trianon / Foto: Reprodução / Instagram @wacfoto
Parque Trianon / Foto: Reprodução / Instagram @wacfoto

Combinamos  fazer um roteiro multifacetado e ela preencheu impecavelmente meus pedidos e curiosidades.  Iniciamos a tour no Parque Tenente Siqueira Campos, mais conhecido como Trianon.  O parque está encravado no coração da Avenida Paulista em frente ao MASP. O Trianon foi inaugurado em 1892 junto com abertura da Avenida Paulista, e é hoje a única reserva remanescente da Mata Atlântica  na região. Um maravilhoso refúgio dentro da selva de pedra da metrópole.

Fauno, de Victor Brecheret
Fauno, de Victor Brecheret

Entre as alamedas do interior do parque, um arvoredo de belíssimas sapopembas, jequetibas, jatobás, paus-ferro, cedros, entre outros encantam os visitantes, um convite ao relax. Na saída, uma escultura ‘dualém’ do artista plástico Victor Brecheret magnetiza. Aproveito o ensejo e tiro uma foto ao lado do ‘Fauno’.

Casa das Rosas
Casa das Rosas

Nossa saga segue  pela Avenida Paulista em busca do número 37, na conhecida Casa das Rosas. O palácio foi projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo no final dos anos 20. O espaço cultural possui 30 cômodos e preserva o estilo arquitetônico francês. A partir de 2004, a casa se tornou conhecida como ‘Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura’, e abriga o suntuoso acervo de 30 mil livros da biblioteca do poeta, pensador e tradutor . Uma das atrações do local é o jardim inspirado no florido roseiral do Palácio de Versalhes.

Casa das Rosas
Casa das Rosas

De lá, seguimos para o Pátio do Colégio (réplica da primeira construção da cidade datada em 1554, quando os jesuítas edificaram a primeira escola católica). O jardim interno é um verdadeiro oásis dentro do vai e vem da urbe. O local possui diversas plantas e árvores, destaque para o pé de café e o pau-brasil.

Pátio do Colégio / Foto: Divulgação
Pátio do Colégio / Foto: Divulgação

Caminhando, nos dirigimos ao belíssimo CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil). Construído em 1901 para ser sede da Casa da Moeda, virou agência do Banco do Brasil em 1924 e se transformou em centro cultural em 2001. Matei minha curiosidade e entrei no imenso cofre francês da marca Fichet que hoje abriga belíssimas exposições.

CCBB SP / Foto: Divulgação
CCBB SP / Foto: Divulgação

Pequenas descobertas na capital que abriga inúmeras aventuras a serem percorridas e segredos a serem descobertos.

Dentre os vários roteiros que Flavia Liz oferece, se destacam: São Paulo Fashion, Street Art,  Por dentro das favelas,  Fazendas barões e café, São Paulo arquitetura e design, Cidade do Sabor e outros tantos. Quer saber mais? Dê uma olhada no site de nossa anfitriã http://www.flavializ.com/pt

 

Me sigam também no Instagram @verissimoarthur