Em Pernambuco, o fascinante universo do artista brasileiro Francisco Brennand

Conjunto arquitetônico sem paralelos no planeta era uma antiga olaria no início do século XX

6434

Os raios do Sol penetram pelas frestas da cortina logo cedinho pela manhã. Abro a janela e sou contemplado com um majestoso nascer do Sol na praia de Boa Viagem em Recife. O dia promete uma expedição que aguardo há muitos anos, isto é, visitar e conhecer o fascinante universo do artista pernambucano Francisco Brennand. O local do complexo está localizado na periferia da cidade na região do Engenho Santos Cosme e Damião, mais conhecido como Várzea do Capibaribe. Depois de um lauto café da manhã, regado a sucos de graviola, mangaba e suculentas tapiocas saio levitando para a Oficina Brennand. Minha curiosidade se transforma em felicidade quando desembarco na porta de entrada do santuário.DSC_8571

O local era uma antiga olaria do início do século XX que o genial artista Fernando Brennand herdou de seu pai. Ele a transformou em um conjunto arquitetônico sem paralelos no planeta. Na entrada do complexo, os visitantes são recepcionados por quatro esculturas impecáveis de saltibancos. Saio caminhando. Vou seguindo o roteiro sugerido pela organização. Flutuo ao Templo Central. Meu olhar e espírito acompanham a impressionante produção artística da mitologia particular do artista. Uma grande fileira de sentinelas no alto do templo conduz o turista para um mundo de encantamentos e mistérios. No chão, uma imensidão de objetos fálicos e generosos glúteos povoam ordenadamente a área do complexo. O Salão das Esculturas, na parte interna, exibe uma sucessão de suntuosas esculturas e painéis de cerâmica que evocam imagens medievais, de santos, símbolos alquímicos e sexuais. A trilha sonora de cantos gregorianos e salmos do além hipnotizam os visitantes. Caminho até um belíssimo anfiteatro que assemelha-se às salas de banhos da Roma Antiga. Brennand é único e genial.DSC_8498

Sigo no fluxo. Caminho em um jardim de tirar o folego. Recebo a informação que o local foi projetado pelo paisagista Burle Marx. Na parte extrema da propriedade, esta a Academia, um galpão com cerca de 300 desenhos e pinturas do mestre Brennand. Ao final da minha visita, termino no Templo do Sacrifício. Um local onde o artista denúncia a destruição das antigas civilizações latino-americanas pelos pseudos-colonizadores. Quando for a Recife, recomendo visitar este santuário maravilhoso.

DSC_8565Importante!
A oficina Brennand fica a uns 20km da praia de Boa Viagem, no bairro da Várgea. Uma corrida de táxi do centro de Boa Viagem até o local fica em torno de 35 a 45 reais. O valor do ingresso é de R$ 10,00. Idosos e estudantes têm direito a meia entrada.DSC_8490

Horários para visitação
Segunda a Quinta de 8h às 17h
Sexta de 8h às 16h
Sábado, domingo e Feriados – Fechado

Recomendo a todos degustarem do documentário realizado pela sobrinha-neta do artista, Mariana Brennand Fortes, com fotografia de Walter Carvalho, que desvendam um cadinho dos mistérios desta ermitão e grande mestre da arte brasileira.

DSC_8580